Catálogo de produtos

THERMOPULSE Ibramed

Categorias ,

Descrição

O EQUIPAMENTO

O Thermopulse é um equipamento eletromédico de diatermia por ondas curtas que gera energia de radiofrequência (alta frequência em 27,12 MHz) sob a forma de radiação eletromagnética intencional para tratamento de várias patologias. Este tipo de aquecimento terapêutico tornou-se popular porque as correntes de alta frequência podem penetrar mais profundamente nos tecidos, apresentando superior vantagem quando comparada com outros métodos que aquecem os tecidos de maneira superficial.

O equipamento deve ser usado somente sob prescrição e supervisão de um profissional licenciado.

Como funciona

A diatermia por ondas curtas THERMOPULSE se dá pela aplicação da energia eletromagnética através dos tecidos corporais. O aparelho de diatermia por ondas curtas consiste em um circuito gerador de onda senoidal que produz uma corrente com frequência de 27,12 MHz e um circuito ressonante que pode ser sintonizado exatamente na mesma frequência. O THERMOPULSE produz campos elétricos e campos magnéticos com correntes de alta frequência oscilantes e são estes campos alternados que produzem o campo eletromagnético gerando os efeitos fisiológicos e os benefícios terapêuticos.

Nestas frequências a energia electromagnética é convertida em energia térmica pelo indução de correntes circulantes no tecido isolante. O efeito de aquecimento produzido por diatermia por ondas curtas auxilia o processo de cicatrização, gerando calor profundo no tecido, resultando em numerosos efeitos benéficos.

O modo de aplicação do THERMOPULSE também pode ser pulsado, isto é, permite que sejam emitidos disparos de energia eletromagnética a intervalos pré-programados de tempo minimizando o efeito térmico para controle da dor, do edema e acelerar a cicatrização.

Indicações

Osteoartrite: distúrbios crônicos e agudos das articulações (joelho, quadril, ombro, cotovelo, mão, pé e temporomandibulares).

Poliartrite crônica das articulações do quadril e ombro: inflamação crônica de uma ou mais articulações

Tendinite e tendinose: inflamação aguda ou crônica dos tendões.

Dores tibiais: condição dolorosa dos membros inferiores comum em atletas – síndrome do estresse tibial medial.

Bursite: inflamação da bursa – sinovite bursal.

Torções, luxações entorses e contusões: torção articular, sobrecarga articular, entorses e traumas.

Epicondilite: inflamação na região do epicôndilo do cotovelo – cotovelo de tenista.

Fraturas: consolidação de fraturas ósseas.

Neuralgia intercostal: dor aguda neural a partir da coluna vertebral torácica.

Isquialgia e isquioneuralgia: dor intensa no ísquio agravada ao sentar ou deitar.

Contraturas: perda de movimento articular devido ao encurtamento dos tecidos moles.

Lombalgia: conjunto de manifestações dolorosas que acontecem na região lombar.

Mialgia: Síndrome miofascial que causa dor muscular.

Neralgia e Neurites: dor e inflamação neural que causam a disfunção dos nervos periféricos.

Síndrome do ombro congelado: dor no ombro acompanhada por limitação do movimento – capsulite adesiva.

Periostite: inflamação do periósteo.

Fibromialgia: dor crônica difusa.

Fibrosites: processo inflamatório de estruturas que compõe as bainhas musculares.

Espondilose e Osteocondrose: artrose da coluna vertebral e degeneração dos discos intervetebrais.

Síndrome do túnel do carpo: neuropatia resultante da compressão do nervo mediano no canal do carpo.

Tendovaginites: inflamação do tendão e da bainha tendínea.

Síndromes cervicais: condições dolorosas crônicas de origem miofascial da região cervical.

Síndrome do piriforme: síndrome neuromuscular que envolve a irritação, encarceramento ou compressão do nervo ciático.

Neuroma de Morton: neuroma benigno no nervo plantar interdigital. Causa metatarsalgia .

Fasceíte plantar: lesão de esforço que causa inflamação na fáscia plantar.

Síndrome do manguito rotador: condição dolorosa que envolve um ou mais músculos do manguito rotador.

Torcicolo: distúrbio do pescoço caracterizado pelo enrijecimento dos músculos dessa região.

Síndrome da plica sinovial: ocorre quando a plica sinovial fica irritada ou inflamada.

Síndrome da dor patelofemoral: dor anterior ou retropatelar na ausência de outra patologia do joelho.

Precauções de uso

A diatermia deve ser usada com cuidado em pacientes obesos porque pode aquecer a gordura excessivamente.

Aparelhos contraceptivos intrauterinos que contenham cobre. Os contraceptivos intrauterinos (DIUs) que contém cobre possuem uma quantidade pequena de metal e não constituem risco para as mulheres durante o tratamento com ondas curtas.

Modos de aplicação

DOC – Diatermia por ondas curtas.

DOCP – Diatermia por ondas curtas pulsado.

DOCA – Diatermia por ondas curtas pulsado automático.

Potências

Frequência de saída: 27.12 MHz ± 0.6%

Saída de potência do modo capacitivo: 10 a 150 W (50 ohms).

Saída de potência do modo indutivo: 10 a 80 W (50 ohms).

Incrementos de potência: 10 W.

Duração do pulso: 100 a 400 ?s.

Frequência de pulso: 50 a 800 Hz.

Tempo de tratamento: 1-60 minutos (incrementos de 1 minuto).

Área do eletrodo capacitivo: 270 cm² cada eletrodo.

Área do eletrodo indutivo: 85 cm².

Acompanham o aparelho

Cabo (1,5 m).

Kit Eletrodo Vulcanizado para Thermopulse Solid State (1,25 m).

Kit Eletrodo Indutivo Thermopulse Solid State (1,25 m).

Manual de Operações Digital IBRAMED 100511.

Cartela de Fusível (C-314) com dois fusíveis de 5ª.

Cinta para Eletrodo Indutivo Gr.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “THERMOPULSE Ibramed”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *